quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Aristóteles, Defeitos e qualidades

O grande filósofo Aristóteles tinha uma grande idéia sobre como a humanidade lida com seus defeitos e qualidades, ou com suas qualidades e os defeitos dos outros.
Ele dizia que a humanidade estava numa eterna fila e que cada ser humano tinha duas bolsas presas em seus corpos, sendo uma nas costas e outra no peito.
A bolsa das costas simbolizavam seus defeitos e a bolsa a sua frente, no peito, simbolizava suas qualidades, sendo assim, cada ser humano só conseguia enxergar suas próprias qualidades e os defeitos do seu próximo.

Essa é uma teoria incrível, usada por ele no século III A.C e que nós nos identificamos até hoje.
É muito comum as pessoas nos criticarem por nossos defeitos seja no trabalho, em casa ou com os amigos, assim como é mais fácil falar das nossas qualidades. Muitas pessoas quando são questionadas sobre seus defeitos colocam coisas que não são bem um defeito e sim uma qualidade, digamos assim, problemática como por exemplo:"meu defeito é que sou muito perfeccionista", isso é muito comum.

Quando uma pessoa vem até nós e nos critica referente a alguma mania ou quaisquer que seja a coisa que ela considere um defeito nós tentamos nos sair dizendo, por exemplo, que aquilo é da nossa personalidade e não podemos mudar isso, já está em nosso código genético, eu acho isso simplesmente ridículo, não sei vocês.

A sociedade sem impôs que nos enquadrassemos em seus padrões e modelos pra poder conviver em "sociedade", mas isso acabou nos afastando de nós mesmo e do nosso verdadeiro eu. A sociedade nos moldou do jeito que ele achavam que era certo e ignorou nossas opniões sobre o nosso modo de vida e como lidamos com ela e com os outros a nossa volta, mas em troca de quê?

Pensem :)

1 Comentários:

Às 19 de setembro de 2008 09:32 , Blogger Fê Andrade disse...

Olá,Flávio!
Booaaa!! Gostei desse seu questionamento,isso me lembra muito Emile Durkheim e seu fato social,no livro: Regras do método sociológico.
Esse fato social nada mais é que uma meneira geral fixada e imposta por uma sociedade,na qual os individuos sofrem uma coerção,ou seja,todos numa mesma sociedade devem ser iguais.Isso tudo pq? Pq para ele,tudo deve ser explicado pelo todo e não pelas partes(individuo).Enfim,é a busca pela neutralidade,objetividade.Coisa do positivismo fdp hehehe: ser objetivo>ciência>perfeição>progresso e na cabeça dos positivistas isso é o resultado de uma sociedade verdadeira.
É,acho q somos fatos sociais!
Até a próxima,caro colega.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial